Meu novo Blog

3 de mai de 2012

Há outros caminhos até Deus?

A grande maioria dos pastores evangélicos não aceitam que a vida eterna pode ser obtida através de outras religiões que não o cristianismo, comprova uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas LifeWay. O levantamento entrevistou centenas de pastores, perguntando “Se uma pessoa está sinceramente buscando a Deus, pode obter a vida eterna através de outras religiões que não o cristianismo?”. Um total de 77% dos pastores entrevistados discorda totalmente, enquanto 7% discordam em parte e outros 7% concordam em parte. Apenas 5% concordaram com essa possibilidade, enquanto 3% não tem certeza.“A exclusividade do evangelho cristão não é algo popular no contexto do pluralismo atual”, disse Ed Stetzer, presidente da LifeWay. “Mas a maioria dos pastores ainda pregam que o cristianismo é o único caminho e rejeitam a idéia de que outras religiões levam ao céu.” Mas a crenças dos pastores em relação à exclusividade do cristianismo é diferente da maioria dos membros de suas igrejas, segundo comprova um novo estudo realizado por Eric Geiger, Michael Kelly e Philip Nation, que fizeram o levantamento para seu próximo livro “Discipulado Transformador”. Quando apresentados à mesma declaração, apenas 48% dos adultos que frequentam uma igreja evangélica seguidamente “discordam fortemente”, enquanto 9% discordam “em parte”. Um total de 26% concordam, incluindo 13% que “concordam fortemente” e 13% que concordam “em parte”. A pesquisa mostrou ainda que 16% não souberam responder. (Fonte: Charisma News/GospelPrime. http://www.creio.com.br/2008/noticias01.asp?resp=Indicação%20efetuada%20com%20sucesso). Dessa pesquisa, concluo que: a) Os “77% de pastores e os 48% dos adultos que discordam totalmente”, estão firmes nas palavras do próprio Jesus (Jo 14.6), de Pedro (At 4.12) e de Paulo (I Tm 2.5); b) Os “7% e 9% que discordam em parte” e outros “7% que concordam em parte”, são os “mornos” como a igreja de Laodicéia (Ap 3.16); c) Os “5% e 26% que concordaram” com essa possibilidade, são os lobos, disfarçados de pastores (At 20.29,30), tentando lançar outro fundamento da fé (I Co 3.11), tentando nos desarraigar de Cristo (Cl 2.6,7), com suas filosofias e vãs sutilezas (Cl 2.8); e d) Os “3% que não tem certeza e os 16% que nem souberam responder”, não devem nem saber se são salvos e porque são membros de uma igreja (At 19.32). Pr. Ronaldo Lucena.